ArtigosCapa

Parabéns, Engenheiros e Arquitetos

Hoje, 11 de dezembro de 2014, é Dia do Engenheiro e do Arquiteto. Por isso, quero saudar os engenheiros e arquitetos brasileiros. Saúdo essas duas categorias profissionais – eu me incluo em uma delas, a de engenheiros – pelos inestimáveis serviços prestados ao nosso País.

destaque-site-dia-eng

Cito um nome, entre vários, na área da arquitetura. Nesta área, somos extremamente férteis em apresentar ótimos arquitetos para o Brasil e para o mundo, a começar pelo saudoso Oscar Niemeyer. É difícil citar nomes porque seguramente alguns serão omitidos injustamente. Então, homenageio Oscar Niemeyer, homenageando assim todos os arquitetos brasileiros.

Na engenharia, foco a área em que mais trabalhei, a de construção de estradas. Cito aqui, entre tantos, três mestres que escreveram diversos compêndios e nos levaram a aprender algumas coisas na área da engenharia – seguramente muito poucos se lembrarão: Jerônimo Monteiro, Manoel Pacheco de Carvalho e Homero Caputo, para que também não omitamos nenhum outro nome de um grande engenheiro.

Hoje, a Sociedade Estadual de Engenheiros e Arquitetos do Rio de Janeiro realizará um evento, lá pelas 19 horas, na sua sede, na rua do Russel, na Glória, para comemorar a data dos engenheiros e dos arquitetos, e esta Casa se fará presente seguramente na minha pessoa, entre tantas outras.

Hoje, a categoria de engenheiros e arquitetos está dividida em dois conselhos – já foi um conselho único. Quem regulamenta as atividades dos engenheiros sob o ponto de vista do cumprimento das suas atribuições é o CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia; quem tem a função similar em relação aos arquitetos é o CAU – Conselho de Arquitetura e Urbanismo. Duas profissões que andaram juntas e que hoje claramente têm atividades distintas: a arquitetura muito mais, mas não somente, na criatividade das formas e definições dos espaços interiores, como também na própria construção, e a engenharia muito mais na parte executiva. São duas profissões que têm sido muito importantes para nosso País.

Fazendo uma ilação, como costumo fazer, aos escândalos da Petrobras, estes não atingem o corpo funcional nem a instituição em si, mas sim atingem direções corruptas e uma meia dúzia de funcionários corruptos. O mesmo raciocínio se faz em relação à engenharia: tomates que não estejam em boas condições não vão afetar a qualidade dos demais.

É necessário reconhecer o legado que a engenharia brasileira deixou para este País e o que ela também simboliza, em termos conceituais de importância para outros países do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *