CapaNotícias

Proposta para dar fim a ‘fantasmas’ na Alerj

O deputado Luiz Paulo (PSDB) sugeriu à presidência da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), em setembro, mudança no regimento interno da Casa para acabar com o sistema “simbólico” de votação, que aprova um projeto se nenhum deputado se levantar da cadeira, no plenário, e dribla o mínimo de 36 parlamentares presentes. Ontem, O DIA  denunciou que menos da metade dos deputados não estava nas votações da semana passada, contradizendo o painel de marcação.

Alerj sofre com a ausência de deputados nas votações de projetos - Foto: Márcio Mercante / Agência O Dia

Na proposta do deputado que tramita desde setembro, todas as votações seriam nominais e evitaria a dúvida se um deputado que marcou a presença no placar e não está no plenário aprovou ou não o projeto.

“Todas as votações, sendo nominais, fará com que os projetos exijam a presença, que se tenha mais clareza de quem participa, ou não, e de como cada um, de fato, se posiciona. É claro que terei muitas dificuldades em aprová-lo, mas sei também que será uma discussão salutar”, declarou, no plenário.

Fonte: http://odia.ig.com.br