Destaque NotíciasNotícias

Luiz Paulo critica Prefeito do Rio que sugere “bueiros eletrônicos” para resolver as enchentes da cidade

foto: blog Carioca do Rio - https://cariocadorio.wordpress.com/2010/09/26/rio-cidade-mal-acabada/

Depois do anúncio do prefeito Marcelo Crivella anunciar que pretende implementar bueiros eletrônicos para resolver as enchentes da cidade, o deputado estadual Luiz Paulo, que é Engenheiro civil de formação, o deputado estadual Luiz Paulo (PSDB-RJ) criticou a proposta. Ao GLOBO, afirmou disse que esse é “mais um palpite” de Crivella para resolver problemas da cidade e apresentou soluções para as inundações de alguns pontos do Rio como limpeza de bueiros, piscinões como o da Praça da Bandeira e substituição das galerias.

— Só um prefeito neófito pode achar que isso é solução. Por que as enchentes acontecem? Não é só por estarem entupidos. É que uma parte das galerias de águas pluviais são antigas; têm diâmetros incompatíveis com o crescimento que a cidade teve; não têm capacidade de engolir o volume d’água que rapidamente escoa para os bueiros, para as galerias. A cidade se expandiu, pavimentou mais, então a água não penetra mais no solo — explicou ele, que acrescentou:

— Vai gastar uma fortuna com bueiros eletrônicos e os bueiros, simultaneamente vão dizer: ‘Estamos entupidos!’ E não tem as equipes de prontidão para desentupi-los. Parece que a cidade enfrenta pela primeira vez esse problema. É mais um palpite dele para resolver os problemas do Rio.

Para o deputado estadual, as soluções para as inundações de alguns pontos do Rio são outras, como: substituição das galerias; trabalho preventivo de limpeza de bueiros; e até mesmo os “piscinões”.

— A possível solução é fazer paulatinamente a substituição de todas as galerias que não dão mais vazão ao volume de chuva que cai na cidade. E, evidentemente, uma rotina de limpar os bueiros e dragar os rios antes do verão. E não podemos ter galerias que estejam desaguando no mar no nível da água, porque quando a maré sobe, a água do mar vai para as galerias — disse Luiz Paulo.

— Hoje precisa ter o piscinão da Praça da Bandeira para diminuir esse volume de água lá. Então, tem soluções que não passam por invenções dessa ordem de grandeza. Certamente buscar esses sensores na Europa, no carnaval — ironizou.

Segundo o prefeito “neófito”, o projeto dos bueiros eletrônicos consiste em colocar sensores nos bueiros para controlar o lixo. Não foi detalhado custos e prazo para implementação.

Leia a matéria do jornal O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *