NotíciasSlideshow

Deputado Luiz Paulo diz que aumento das passagens é de 10%

O anúncio do aumento das passagens de trem e metrô nesta terça-feira causou um forte discurso do deputado Luiz Paulo (PSDB) no plenário da Assembleia Legislativa. Durante dez minutos, o tucano enfatizou que os verdadeiros reajustes não são os anunciados pela Agetransp, mas sim de praticamente 10% nos dois meios de transporte.

O trem sofreu um acréscimo de R$ 2,90 para R$ 3,20, enquanto a tarifa do metrô subiu de R$ 3,20 para R$ 3,50. Em nota, a Agetransp afirma que os reajustes são de 5,60% e 5,66% para trem e metrô, respectivamente. “Os passageiros vão, na verdade, é pagar um aumento de 10,3% no sistema ferroviário e de 9,37% no metrô”, ressalta o deputado, que dividiu o valor reajustado pelo atual.

Segundo a agência reguladora, a porcentagem é de 5% porque o reajuste foi calculado em cima da tarifa contratual de R$ 3,12 e já conta com a desoneração de 3,65% do PIS e Cofins.

“Cancelamento para inglês ver”

No ano passado, as tarifas chegaram a ser reajustadas para R$ 3,10 e R$ 3,50, mas em meio às manifestações de junho de 2013, o governador Sérgio Cabral decidiu revogar os aumentos. De acordo com o deputado, as novas porcentagens demonstram que o aumento não foi revogado. “Esse foi um cancelamento para inglês ver, pois o novo reajuste demonstra que o valor contratual tem um preço maior do que é cobrado para os passageiros”, enfatiza o líder do PSDB na Alerj.

Auditoria do TCU

Durante o discurso, o deputado Luiz Paulo lembrou que a própria Assembleia Legislativa aprovou emenda que autoriza uma auditoria independente para “analisar se as tarifas do transporte pública são justas”. “O sentimento é de que o valor não é adequado à qualidade da prestação dos serviços oferecidos para a população”, afirma o deputado, que questionou se há as empresas possuem indicadores de qualidade.