Luiz Paulo critica projeto para venda da Cedae

foto: www.cedae.com.br/galeria_multimidia: Estações Esgoto – ETE Alegria – Vista aérea

O Líder do PSDB na Alerj, deputado estadual Luiz Paulo Corrêa da Rocha, criticou o fato de o Governo ter enviado para a Alerj um único projeto para tratar, ao mesmo tempo, do empréstimo de R$ 3,5 bilhões e da venda da Cedae. Ele defende que o governo deveria ter enviado um projeto específico pedindo a alienação das ações da Cedae e outro para obtenção de empréstimo. “Os textos foram condensados para facilitar a tramitação. Esse projeto da Cedae deveria ser dois, e não um. Tenho certeza que o governo, por questões legais, vai ter que mandar outra mensagem para tomar o empréstimo. Visivelmente, fizeram um projeto “dois em um” para aliviar a privatização da Cedae”, disse o parlamentar.

Ele acredita que, em vez de três projetos (venda da Cedae, aumento da alíquota previdenciária de 11% para 14%; outro que cria a contribuição extra de 8%), seriam necessários sete projetos de lei para todas as medidas em discussão:

Para o deputado, quanto mais o Governo adiar a votação na Alerj deste pacote de medidas como contrapartidas para a renegociação da divida do Estado, mais a situação ficará difícil.

“Quanto mais o governo adia essa votação, mais fica difícil. Os imprevistos não contam a favor do estado”, afirma o deputado Luiz Paulo. Ele lembra que só existe uma forma para sair da crise financeira.

“Aumentar a arrecadação de receitas permanentes e reduzir despesas cortando cargos comissionados em todos os Poderes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *