Festival de vigas: Luiz Paulo considera falta de respeito furto de vigas da Perimetral

O deputado Luiz Paulo comentou na tarde de hoje o desaparecimento de vigas da rampa da Perimetral que já foi demolida, à revelia da vontade popular. Ele considera uma total falta de respeito ao patrimônio público.

 

“Vigas, de 40 metros de comprimento, com 20 toneladas cada uma. Eram seis vigas. Foram todas cortadas a maçarico, fabricadas com aço Corten, aço da melhor qualidade, que é uma liga que pode durar 400 anos. Foi tudo cortado para ser vendido a peso. Imaginem durante a Copa, quando o Prefeito demolir a Perimetral como um todo: vai ser o festival das vigas!

Nós já vimos levarem para casa caixa de banco, dinamitarem banco, fazerem galerias para chegar a cofre de banco, subtraírem cabo de fiação dos elevados e dos túneis, mas essa Prefeitura, realmente, se tonou inacreditável. Vigas de 40 metros de comprimento, com 20 toneladas, e ninguém viu! Isso é que é impressionante: ninguém viu. Ou os olhos se fecharam propositadamente.

Por isso, é que não acho inacreditável. O que existe é uma falta de respeito total ao patrimônio público. Parece que está tudo na conta da viúva, que as vigas podem ser levadas por qualquer um, que não pertencem ao patrimônio público. Mas só pode ser assim! Quantos bilhões a prefeitura vai jogar fora para derrubar o Elevado da Perimetral? Ela até dá o exemplo do desperdício! Joga fora! “Faremos um túnel porque, esteticamente, é mais bonito”.

Um desrespeito tão violento ao Erário só pode gerar atuações como essa. Isso merece não só um inquérito, mas também punição àqueles que são responsáveis. Uma coisa é tungarem a sua caneta ou baterem a carteira de um cidadão. Agora, roubarem seis vigas de 40 metros de comprimento, cada uma com 20 toneladas, nem o Super-Homem, no seu bom tempo, conseguiria levantar uma viga dessas do chão – ainda mais agora que ele já está tão caído e desmoralizado. Parece uma piada, mas não é. É assim que é tratada a mobilidade.(…) apesar de cômico, de inusitado, terem roubado, nas barbas da Prefeitura e do consórcio que administra a área portuária, seis vigas de 40 metros, de 20 toneladas cada uma, vigas, volto a dizer, construídas com liga especial, chamada aço corten, que podem resistir, teriam até uma meia vida de um jequitibá, poderiam ter meia vida de 400 anos, o jequitibá pode viver 800 anos. Essas vigas são roubadas e o Prefeito diz que está em perplexidade. A perplexidade vai existir de forma intensa quando derrubar a Perimetral, porque aí vai sumir tudo e o congestionamento vai ser brutal. Tenho alertado, aqui, quase semanalmente, dessa barbaridade que vai ser feita contra a população da Região Metropolitana e contra o erário.”