Luiz Paulo critica resultado do Rio em qualidade de vida e mobilidade urbana

O deputado Luiz Paulo fez severas críticas ao resultado da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, no Índice de Bem-Estar Urbano. A colocação de 12º lugar entre 15, fez com que Luiz Paulo relembrasse, novamente, que passados cinco anos da sanção da Lei 5192/2008, que determina a organização e realização do Plano Diretor da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, nada saiu do papel e que o Governo do Estado não se dedicou a pensar a RM como um todo, por conta de ações políticos e eleitorais a RM é pensada de forma fatiada.

Aliado a isso, o prefeito do Rio de Janeiro, a quem Luiz Paulo chama de Príncipe Regente, deseja, chegar ao último lugar, o que o deputado chama “crescer igual rabo de cavalo, para baixo”.

Salientou ainda que o Príncipe Regente não dialoga com o Imperador, Governador do Estado e esse é um dos motivos pelos quais qualquer investigação na área de transportes será de difícil realização e tenha sido o estopim da crise.