Luiz Paulo pede igualdade para data base em vencimentos dos servidores do Estado

A Assembleia Legislativa discutiu hoje de manhã os reajustes salariais para servidores do Ministério Público e do Tribunal de Justiça. O projeto de lei 2.288/2013, que propõe o aumento de 7,22% para o quadro permanente do MP, recebeu três emendas dos deputados. Já ao projeto 2359/2013, que reajusta em 6,5% dos servidores do TJ foram ao todo 16 emendas.

O deputado Luiz Paulo ao discutir as matérias, estranhou o fato de serem tratamentos distintos para servidores estaduais. Para o Ministério Público, a data base do reajuste será de 1º de maio, entretanto a dos servidores do TJ será apenas em 1º de setembro. “Está se corroendo o salário dos servidores em quatro meses”- afirma Luiz Paulo, que complementa a necessidade de uma igualdade. “Está ocorrendo um ambiente de intransigência. Tinha que ser data base única para o conjunto de servidores do Estado”.

As mensagens voltam às comissões técnicas para avaliação das emendas.