Luiz Paulo acredita ser uma “luta difícil” conseguir emendas para as universidades do estado

O deputado Luiz Paulo participou da Audiência Publica com reitores e representantes dos sindicatos das Universidades Estaduais e a Faetec para que fossem apresentadas emendas à Comissão de Educação.

Luiz Paulo salientou que embora sejam reivindicações justas (como reforço orçamentário para pagamento da Dedicação Exclusiva, obras de infraestrutura, construção de campus da Uezo e a revisão do plano de cargos, carreiras e salários) será uma luta complicada por conta do número de remanejamentos e contingenciamentos excessivos que o governo tem feito nos últimos anos, transformando o orçamento em uma peça de ficção.

“Vai ser uma luta difícil. O total das emendas somam 200 milhões de reais. Há que se verificar de onde serão tirados esses recursos para compensar isso.”

Caso houvesse um aumento da receita, se por hipótese o presidente da comissão de orçamento, juntamente com os técnicos da mesma fizesse uma reestimativa da receita, e ela subisse um pouco, não seria necessário retirar tantos recursos de outros projetos.

Para Luiz Paulo, se a economia do estado crescer, a receita também cresce. Mas para isso é necessário que o estado continue com o valor que temos hoje nos royalties e participação especial.

“É importante saber qual será a decisão do Congresso e da Presidente Dilma sobre o projeto de lei que mete a mão nos royalties e participação especial.”