Contra a PL 725/2011

O deputado estadual Luiz Paulo (PSDB) votou contra o projeto de Lei 725/2011 que visa tornar obrigatória a exibição de propaganda publicitária esclarecendo as consequências do assédio moral, conhecido também como ‘bullying’, antes das sessões de filmes nos cinemas.

O parlamentar justificou seu voto dizendo acreditar que seja inconstitucional, não pelo fato de explicar o fato em si, mas pelo custo que isto causará ao erário.

Na justificativa do Projeto de Lei, o deputado Chiquinho da Mangueira, autor do PL, diz que a adoção de programas de caráter preventivo constitui a melhor forma de combate a evolução das praticas de assédio moral (“bullying”), a divulgação de informações mencionadas proporcionaria mais um meio de conscientização, segundo ele.